Arquivo de maio, 2008

O Psicanalista Contardo Calligaris é o convidado desta semana no Marília Gabriela Entrevista no canal de tv a cabo GNT. Ainda dá tempo de conferir no próximo sábado, dia 31 de Maio, em dois horários alternativos: 10:30 e 15:00.

O também colunista da Folha de São Paulo acaba de lançar seu primeiro romance: O conto do amor. Recentemente, Calligaris concedeu uma excelente entrevista no programa Roda Viva da Tv Cultura.

Vale a pena conferir!

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

 

Anúncios

Violência e Mídia, Maioridade Penal, A Crueldade na Infância e Adolescência e Sob o Domínio do Medo são alguns dos assuntos que serão abordados no congresso Clinica da Violência: Infância e Adolescência de Risco que acontece nos dias 6, 7 e 8 de junho , de 8h30 \’as 18h, no Hotel Glória (Rua do Russel, 632 – Glória – Rio de Janeiro).

O evento promovido pela Escola Lacaniana de Psicanálise abordará questões pertinentes ‘a infância e adolescência e tem o objetivo de levantar e discutir as conseqüências das mudanças na estrutura de nossa sociedade e o que isso acarretou nas relações humanas e familiares.

Cada dia do congresso serão abordados temas relativos ao papel dos pais, dos avós, da escola e e do Estado na formação dos novos cidadãos. Já estão confirmadas as presenças de Rodrigo Pimentel, ex comandante do BOPE, roterista do filme ” tropa de Elite ” e co autor do livro “Elite da Tropa “, Carlos Nicodemos, professor de criminologia da Unigranrio, César Caldeira, jurista e professor de Direito da UERJ e Vice presidente do Conselho Penitenciário do Rio e Luis Alberto Pinheiro de Freitas, Doutor em psicologia clinica pela PUC RJ, master em droga dependência pela Universidade de Buenos Aires.

O evento é aberto ao público. As inscrições podem ser feitas na Escola Lacaniana de Psicanálise que fica na Av Ataulfo de Paiva, 255/206, no Leblon ou por email elacan@ism.com.br . Informações pelos telefones: Tel.: (21) 2294-9336 / 2239.7199 ou pelo site http://www.escolalacaniana.com.br. Estudantes pagam R$ 70,00 e profissionais de todas as áreas R$ 140,00.

FONTE: www.revistafator.com.br

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

No dia 28 de maio, às 19h30, o Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília realiza o primeiro debate do programa Psicanálise & Literatura, que tem por objetivo discutir os principais conteúdos da teoria psicanalítica a partrir de grandes obras da literatura mundial. A psicanalista Tania Rivera e o escritor e dramaturgo Fernando Bonassi são os convidados do primeiro encontro, que tem como tema O Escritor e o Lúdico e será mediado pelo jornalista Sérgio Maggio. Com curadoria da também jornalista e dramaturga Beatriz Carolina Gonçalves e consultoria do psicanalista e designer João Luiz de Souza, Psicanálise & Literatura acontece simultaneamente no CCBB de São Paulo.

Freud foi o primeiro a reconhecer as estreitas afinidades entre a psicanálise e a literatura, num texto clássico, do início do século XX, intitulado Escritores Criativos e Devaneios. São essas afinidades que o CCBB quer discutir com o novo programa. “Querermos tornar acessível ao grande público os principais conceitos da psicanálise, utilizando para isso a literatura e depoimentos de escritores, artistas e de psicanalistas, que vão tratar o assunto a partir de histórias universais, que tocam a todos nós”, diz Maria Luzineide Medeiros Soares, gerente geral do CCBB de Brasília.

Dentro dessa ótica, o complexo de Édipo será analisado a partir do contexto da tragédia grega; a questão da sexualidade feminina, por meio da obra libertária de Hilda Hilst; o ciúme, pelos olhos de Dom Casmurro, de Machado de Assis; a função do analista, pelo viés do romance policial, criado por Edgard Allan Poe; as psicoses, a partir da escritura polissêmica, onírica e fragmentária de James Joyce, em sua obras-primas Ulisses e Finnegan’s Wake.

Os debates acontecem mensalmente, de maio a novembro, com exceção de julho. Além de Tania Rivera e de Fernando Bonassi, entre os artistas e psicanalistas confirmados para o programa estão os escritores Mario Prata, Marina Colasanti, Tony Bellotto, Nicolas Behr; escritor, tradutor e professor da USP, Jaa Torrano, e os psicanalistas Anna Verônica Mautner, Betty Milan, Daniela Chaterlard, Luiz Celes e Miriam Chnaiderman.

O debate O Escritor e o Lúdico será realizado no auditório do CCBB Brasília, com entrada gratuita, sendo que as senhas para o evento devem ser retiradas na bilheteria, a partir das 19h. O CCBB fica na SCES Trecho 2, lote 22, tel.: 3310-7087.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

28 de Maio – 19h30 às 21h30
O Escritor e o Lúdico
Para Freud devemos procurar na infância, nos jogos e nas brincadeiras, os traços da atividade imaginativa do escritor e do artista em geral. Como o escritor lida com o desejo e com o lúdico?
Tania Rivera e Fernando Bonassi

17 de Junho
Édipo e a Esfinge
O que a teoria psicanalítica deve à literatura? Podemos afirmar que a psicanálise se apropriou da literatura, em especial da tragédia grega, para constituir alguns de seus principais conceitos, como o complexo de Édipo?
Miriam Chnaiderman e Jaa Torrano

19 de Agosto – 19h30 às 21h30
Literatura, Psicanálise e Feminilidade
Como a teoria freudiana vê o feminino? Como a sexualidade feminina se expressa na obra de algumas de nossas autoras, em especial na prosa poética e irreverente de Hilda Hilst?
Daniela Chatelard e Marina Colasanti

23 de Setembro – 19h30 às 21h30
Capitu e Bentinho: Entre o Amor e o Ciúme
A partir de uma leitura psicanalítica da obra-prima de Machado de Assis, Dom Casmurro, com entender o desejo, o amor e o ciúme doentio de Bentinho por Capitu?
Anna Verônica Mautner e Mario Prata

22 de Outubro – 19h30 às 21h30
Poe e o Romance Policial
Uma forma de pensar a relação entre psicanálise e literatura é o gênero policial, criado por Edgar Allan Poe. Podemos aproximar o analista do detetive, já que ambos estão aí para interpretar uma história que não lhes pertence e da qual têm apenas indícios?
Luiz Celes e Tony Bellotto

28 de Novembro – 19h30 às 21h30
Joyce e o Fim da Narrativa Linear
De que maneira os grandes escritores do século XX, em especial James Joyce, em suas obras-primas Ulisses e Finnegans Wake, utilizaram a psicanálise para criar novas formas de narração?

FONTE: www.debrasilia.com

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

O Corpo Freudiano Escola de Psicanálise – seção Rio de Janeiro realizará a palestra com Jean Szpirko, Psicanalisra, Membro da Sociedade de Psicanálise Freudiana (Paris).

27 de Maio de 2008 – 20 horas

Auditório do Hospital Philippe Pinel

ENTRADA FRANCA

CORPO FREUDIANO ESCOLA DE PSICANÁLISE – SEÇÃO RIO DE JANEIRO

Rua São Manuel, 31 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ

CEP 22.290-010  Fone: (21) 2295-0337 – Fax: (21) 2295-2960

 

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

A relação entre arte e Psicanálise não é nova. Sigmund Freud, o pai de todos, era um erudito e vivia utilizando a cultura grega para nomear e diagnosticar complexos e síndromes. Às vezes ía além, e por meio da obra de arte, tentava entender as motivações do artista como em seu famoso estudo O Moisés de Michelangelo.

Seguindo este preceitos, a Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto promove de 5 à 8 de Junho, o 1º Encontro Bienal de Psicanálise e Cultura. O evento tem o objetivo de apresentar a Psicanálise em diálogo com os diferente segmentos da cultura, das artes plásticas, passando pela literatura, música, cinema, educação, filosofia e urbanismo.

‘-Na verdade, a Psicanálise nos ajuda a falar a respeito da interioridade, das emoções e dos sentimentos.’ Explica a psicanalista Maria Bernadete de Assis.

LOCAL: Centro de Convenções de Ribeirão Preto

(16) 3623-7585

fonte: www.jornalacidade.com.br

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

JORNADA

13 de Junho de 2008 – 09:00

PUC-RJ

“A Escola Letra Freudiana, através do Núcleo de Investigação Hans, convida a todos para a Jornada: Édipo, não tão complexo organizada a partir dos escritos lançados na nova publicação.

Partimos da posição freudiana que o complexo de Édipo é o complexo nuclear da neurose, formulação que enlaça o destino do recalque ao inconsciente. A crise edipiana obedece a um tempo preciso da constituição do sujeito que põe fim ao ‘tempo sexual precoce’.

Este jornada tem como objetivo abrir uma interlocução entre os analistas sobre esse fenômeno central do precoce período sexual infantil.”

MAIORES INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: (21) 2522-3877 ou escola@escolaletrafreudiana.com.br

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

 

06, 07 e 08 de Junho de 2008

HOTEL LAGE DE PEDRA – Rua das Flores, 222 – Canela – RS

“Mais uma vez Freud nos convoca a relê-lo. Neste ano o texto escolhido para a discussão é Fetichismo. Texto escrito em 1927, onde Freud discute essa forma particular de escolha de objeto, recomendando o estudo do fetichismo a todos aqueles que ainda duvidam da existência do complexo de castração.”

MAIORES INFORMAÇÕES: APPOA (51) 3333-2140

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br