Arquivo de julho, 2008

ATENÇÃO SÃO PAULO !!!

Publicado: quinta-feira, 31 julho, 2008 em Antonio Quinet, arte, ato analítico, ato médico, ética, beleza, Blogroll, Brasília, bulimia, cena, Charles Melman, ciúme, Clarice Lispector, clínica, comportamento, congresso, consultório, consumo, Contardo Caligaris, Convergência, corpo, Corpo Freudiano Escola de Psicanálise, crime, culpa, cultura, curso, dívida, desejo, diagnóstico, Direito, discurso, divã, documentário, dor, dor de existir, Dossiê, economia psíquica, escola de psicanálise, Escola Lacaniana de Vitória, escrita, estética, estudo, evento, excesso, falo, falta, família, felicidade, feminino, fernando pessoa, filhos, filme, Filosofia, Flávio Gikovate, FLIP, Formação do Analista, Freud, gestante, gozo, histeria, imaginário, in treatment, início, inconsciente, instituição, Jacques Lacan, Judith Miller, Justiça, laço social, Lacan, lacaniano(a), lei, Lenine, letra freudiana, linguagem, Linguística, LIspector, literatura, livro, mal-estar, MamaMia, Marcia Tiburi, mãe, medicalização, mito, morte, mulher, neurose, neurose obsessiva, Nietzsche, pagamento em análise, pais, paixão, perversão, Platão, prática, psicanalista, psicanálise, psicologia, psicose, psicoterapia, real, relação, religião, revista, São Paulo, seminário, ser, sexualidade, Shakespeare, significante, simbólico, sintoma, sociedade, sofrimento, sonho, sujeito, tabu, técnica, Tempo Freudiano, tempo lógico, transferência, transmissão e ensino, tratamento, Uncategorized, verdade, vida, Vila Madalena, violência, vivo

ESTAREI EM SÃO PAULO NO DIA 01 DE NOVEMBRO DANDO O CURSO PSICANÁLISE: UMA INTRODUÇÃO

INFORMAÇÕES

FLÁVIA ALBUQUERQUE

(21) 9792-8326

flavia@pontolacaniano.com.br

 

VALORES

R$ 200,00 até 30 de setembro OU

R$ 225,00 a partir de 01 de Outubro OU

R$ 250,00 na hora do evento

 

LOCAL

MAGMA – NÚCLEO TERAPÊUTICO

RUA ASPICUELTA, 227

VILA MADALENA – SÃO PAULO – SP

Anúncios

ÚLTIMAS VAGAS PARA O ENCONTRO INAUGURAL EM 07 DE AGOSTO!

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

CLICLO DE DISCUSSÃO – A Histeria em 4 Casos Clínicos

Publicado: sexta-feira, 25 julho, 2008 em Alberto Goldin, Alma Imoral, amor, angústia, anorexia, Antonio Quinet, arte, ato analítico, ato médico, ética, beleza, Blogroll, Brasília, bulimia, cena, Charles Melman, ciúme, Clarice Lispector, clínica, comportamento, congresso, consultório, consumo, Contardo Caligaris, Convergência, corpo, Corpo Freudiano Escola de Psicanálise, crime, culpa, cultura, curso, dívida, desejo, diagnóstico, Direito, discurso, divã, documentário, dor, dor de existir, Dossiê, economia psíquica, escola de psicanálise, Escola Lacaniana de Vitória, escrita, estética, estudo, evento, excesso, falo, falta, família, felicidade, feminino, fernando pessoa, filhos, filme, Filosofia, Flávio Gikovate, FLIP, Formação do Analista, Freud, gestante, gozo, histeria, imaginário, in treatment, início, inconsciente, instituição, Jacques Lacan, Judith Miller, Justiça, laço social, Lacan, lacaniano(a), lei, Lenine, letra freudiana, linguagem, Linguística, LIspector, literatura, livro, mal-estar, MamaMia, Marcia Tiburi, mãe, medicalização, mito, morte, mulher, neurose, neurose obsessiva, Nietzsche, pagamento em análise, pais, paixão, perversão, Platão, prática, psicanalista, psicanálise, psicologia, psicose, psicoterapia, real, relação, religião, revista, seminário, ser, sexualidade, Shakespeare, significante, simbólico, sintoma, sociedade, sofrimento, sonho, sujeito, tabu, técnica, Tempo Freudiano, tempo lógico, transferência, transmissão e ensino, tratamento, Uncategorized, verdade, vida, violência, vivo

VAGAS LIMITADAS!

 

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

O SUJEITO NÃO ENVELHECE!

Publicado: quinta-feira, 24 julho, 2008 em Alberto Goldin, Alma Imoral, amor, angústia, anorexia, Antonio Quinet, arte, ato analítico, ato médico, ética, beleza, Blogroll, Brasília, bulimia, cena, Charles Melman, ciúme, Clarice Lispector, clínica, comportamento, congresso, consultório, consumo, Contardo Caligaris, Convergência, corpo, Corpo Freudiano Escola de Psicanálise, crime, culpa, cultura, curso, dívida, desejo, diagnóstico, Direito, discurso, divã, documentário, dor, dor de existir, Dossiê, economia psíquica, escola de psicanálise, Escola Lacaniana de Vitória, escrita, estética, estudo, evento, excesso, falo, falta, família, felicidade, feminino, fernando pessoa, filhos, filme, Filosofia, Flávio Gikovate, FLIP, Formação do Analista, Freud, gestante, gozo, histeria, imaginário, in treatment, início, inconsciente, instituição, Jacques Lacan, Judith Miller, Justiça, laço social, Lacan, lacaniano(a), lei, Lenine, letra freudiana, linguagem, Linguística, LIspector, literatura, livro, mal-estar, MamaMia, Marcia Tiburi, mãe, medicalização, mito, morte, mulher, neurose, neurose obsessiva, Nietzsche, pagamento em análise, pais, paixão, perversão, Platão, prática, psicanalista, psicanálise, psicologia, psicose, psicoterapia, real, relação, religião, revista, seminário, ser, sexualidade, Shakespeare, significante, simbólico, sintoma, sociedade, sofrimento, sonho, sujeito, tabu, técnica, Tempo Freudiano, tempo lógico, transferência, transmissão e ensino, tratamento, Uncategorized, verdade, vida, violência, vivo
Estou lendo o livro O sujeito não envelhece – psicanálise e velhice da psicanalista Ângela Mucida. É um dos poucos livros que abordam a teática do envelhecimento. Vale a pena conferir! A autora nos ajuda a questionat que clínica é possível diante daquele que comporta ‘uma monótona e insuportável espera da morte’. E o que a psicanalista – bem como a própria psicanálise – sustenta é que o sujeito não envelhece por se tratar do sujeito do inconsciente, estatuto do atemporal. Fica a indicação de uma ótima leitura para um dos inúmeros impasse da clínica:
 
 
para comprar o livro através do submarino, clique na imagem
postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

Gabriel Byrne, ator irlandês, vira fenômeno. Byrne representa o Dr. Paul Weston na série In Treatment (no Brasil, Em Terapia) do canal HBO. O sucesso é tamanho que seu verbete na Wikipedia é apenas um pouco menor que o da Psicanalista Lacaniana Elisabeth Roudinesco. O curioso é que Roudinesco, de fato, existe. Mas Dr. Paul é o personagem principal da série de maior sucesso do público psi e também dos leigos, abarcando – inclusive – espectadores que nunca cogitaram a hipótese de fazer análise e hoje andam revendo suas decisões. Sem falar no ‘rebuliço’ que o ator anda causando no público feminino.

A primeira temporada chegou ao fim na última sexta-feira. dia 11 de Julho, completando 43 distribuídas em sessões de 4 analisandos do Dr. Paul e em suas sessões semanais de análise com a Dra. Gina, interpretada pela atriz Dianne Wiest. A segunda temporada só começa a ser gravada daqui a três meses e o lançamento do Box da primeira temporada foi anunciado para Setembro deste ano nos Estados Unidos.

postado por Flávia Albuquerque – Psicanalista – (21) 9792-8326 / flavia@pontolacaniano.com.br

28, 29 E 30 DE AGOSTO DE 2008 – UFSC – FLORIANÓPOLIS / SC

“Sobre a escrita e a psicanálise

A escrita, desde Freud e Lacan, esteve presente no desenvolvimento dos conceitos psicanalíticos, seja como produção e transmissão na construção mesma dos conceitos, seja utilizando a escrita literária no fazer psicanalítico. Lacan explorou detidamente alguns conceitos freudianos e propôs novos ângulos de mirada da psicanálise frente à literatura e à escrita, especialmente no que se refere à relação entre gozo e repetição, fundamental para se pensar a clínica psicanalítica. Traço e estilo são algumas noções que enlaçam escrita e psicanálise, além de outros conceitos cruciais como sintoma, inibição, angústia, inconsciente, ato e letra.

Freud se aproximou da literatura e das artes. Lacan, por sua vez, trouxe importantes questões da filosofia para a construção de sua teoria. Sendo assim, consideramos pertinente tomarmos a escrita no âmbito dessa pluralidade de saberes, visto ai mportância das conexões e redes de pesquisa na elaboração de questionamentos, a partir de uma multiplicidade de vozes na sua discussão.”

O evento conta com a participação dos conceitudados psicanalistas Luciano Elia e Marco Antonio Coutinho Jorge

inscrições: www.nep.ufsc.br