Arquivo de agosto, 2013

O III Simpósio de psicanálise de Niterói tem como tema “A psicanálise, ainda? Clínica e contemporaneidade”, e se propõe a questionar se há lugar e qual para a psicanálise na atualidade. Bem como discutir os sintomas ditos contemporâneos, a questão do manejo da transferência em um mundo de urgência e tecnológico, entre tantas outras questões.

Há muitos livros nas prateleiras de psicanálise das livrarias brasileiras com conteúdo riquíssimo para a nossa discussão. Vou dar dicas de leituras para apimentar nossas produções no evento.

 

POR_QUE_A_PSICANALISE__1255211754P

Livro – Por que a psicanálise? – Elisabeth Roudinesco

 

 

A autora, psicanalista francesa, escreve de forma acessível o por que da escolha pela psicanálise em detrimento das psicoterapias. Por que a psicanálise possui uma eficácia para a vida e não momentânea. Livro que que todo interessado em psicanálise deveria ter na estante.

 

* Clicando na imagem do livro você será direcionado para o site do Submarino

 

ACOMPANHEM O BLOG DO EVENTO

III Simpósio de psicanálise de Niterói: A psicanálise, ainda? Clínica  contemporaneidade

http://www.simposiodepsicanalisedeniteroi.blogspot.com.br

O III Simpósio de psicanálise de Niterói tem como tema “A psicanálise, ainda? Clínica e contemporaneidade”, e se propõe a questionar se há lugar e qual para a psicanálise na atualidade. Bem como discutir os sintomas ditos contemporâneos, a questão do manejo da transferência em um mundo de urgência e tecnológico, entre tantas outras questões.

 

Há muitos livros nas prateleiras de psicanálise das livrarias brasileiras com conteúdo riquíssimo para a nossa discussão. Vou dar dicas de leituras para apimentar nossas produções no evento.

 

odesejocontrariado

Livro – O Desejo Contrariado – Robert Levy

“Polêmico, este livro parecerá apenas como acréscimo. A psicanálise tem um inimigo: a religião , escandalosa equivalência cuja definição Lacan havia dado.
Doravante, o texto de Lacan, com frequência percebido como legado do pai morto, mais que como a letra viva a ser transmitida, se resolvesse como ideologia ou como logomaquia escolástica. Este livro nada mais é, portanto, que uma operação de desnudamento, de desobstrução da estrutura do sentido que tolhe a transmissão da psicanálise, com o que isso faz sobressair como possibilidade de leitura nova do texto, texto do analisante, texto da história deste século. Então, serão expostos a crítica, sucessivamente e num escândalo mantido, diversos -ismos que, de modo algum, a psicnálise tem por missão aceitar ou agregar: um certo lacanismo que se tornou pronto-pra-não-pensar, o institucionalismo das instituições psicanalíticas, um certo feminismo, sonho de integração das mulheres, um judaísmo que está perdendo sua língua. Isso não se dará sem que, igualmente, nos últimos capítulos, seja questionado o Mal-estar na civilização.”

* Clicando na imagem do livro você será direcionado para o site do Submarino

 

ACOMPANHEM O BLOG DO EVENTO

III Simpósio de psicanálise de Niterói: A psicanálise, ainda? Clínica  contemporaneidade

http://www.simposiodepsicanalisedeniteroi.blogspot.com.br

 

O III Simpósio de psicanálise de Niterói tem como tema “A psicanálise, ainda? Clínica e contemporaneidade”, e se propõe a questionar se há lugar e qual para a psicanálise na atualidade. Bem como discutir os sintomas ditos contemporâneos, a questão do manejo da transferência em um mundo de urgência e tecnológico, entre tantas outras questões.

 

 

 

Há muitos livros nas prateleiras de psicanálise das livrarias brasileiras com conteúdo riquíssimo para a nossa discussão. Vou dar dicas de leituras para apimentar nossas produções no evento.

psicanaliseoqueelapodefazerporvoce

Livro – Psicanálise, o que ela pode fazer por você – Lenilson Ferreira

 

Neste livro, o psicanalista Lenilson Ferreira nos convida a desvendar um pouco mais o vasto mundo da Psicanálise.
Para que ela serve? Como é uma sessão de análise? Quando procurar um psicanalista? Deitar ou não no divã? Essas são algumas das questões respondidas neste livro numa linguagem leve e didática.
Utilizando exemplos de alguns pacientes, o autor nos explica como o tratamento psicanalítico pode nos ajudar – e muito – a vencer obstáculos.

 

 

 

* Clicando na imagem do livro você será direcionado para o site do Submarino

O III Simpósio de psicanálise de Niterói tem como tema “A psicanálise, ainda? Clínica e contemporaneidade”, e se propõe a questionar se há lugar e qual para a psicanálise na atualidade. Bem como discutir os sintomas ditos contemporâneos, a questão do manejo da transferência em um mundo de urgência e tecnológico, entre tantas outras questões.

 

Há muitos livros nas prateleiras de psicanálise das livrarias brasileiras com conteúdo riquíssimo para a nossa discussão. Vou dar dicas de leituras para apimentar nossas produções no evento.

 

ashomossexualidade

Livro – A Clínica Lacaniana – As homossexualidades

Não há uma homossexualidade generalizada, mas homossexualidades

Discussões sobre homossexualidade está na ordem do dia! A “Cura gay”, a homofobia, a escolha de objeto do mesmo sexo  – nada novo para a humanidade! – arde nos discursos atuais. Este livro reúne textos de psicanalistas em torno do tema.

 

 

* Clicando na imagem do livro você será direcionado para o site do Submarino

 

O III Simpósio de psicanálise de Niterói tem como tema “A psicanálise, ainda? Clínica e contemporaneidade”, e se propõe a questionar se há lugar e qual para a psicanálise na atualidade. Bem como discutir os sintomas ditos contemporâneos, a questão do manejo da transferência em um mundo de urgência e tecnológico, entre tantas outras questões.

Há muitos livros nas prateleiras de psicanálise das livrarias brasileiras com conteúdo riquíssimo para a nossa discussão. Vou dar dicas de leituras para apimentar nossas discussões.

 

osujeitonapsicanalisedefreudalacan

Livro – Sujeito na Psicanálise de Freud a Lacan, O

“Nada feito quanto à hipótese de um novo sujeito no novo milênio”

O autor empreende magníficas elaborações dos textos de Freud e Lacan ao tratar da formação do conceito de sujeito, além de refletir sobre idéias de Sócrates, Descartes, Nietzsche, Heidegger e Foucault. O objetivo é negar a tese de que o novo milênio gerou um homem diferente, oriundo da necessidade de enfrentar dilemas da contemporaneidade. Uma contribuição original e de qualidade na área da psicanálise.

 

* Clicando na imagem do livro você será direcionado para o site do Submarino